NOTÍCIAS

1 de Junho de 2017 às 10:00

A- A A+

SESI é parceiro de multinacional dinamarquesa em projeto educacional no Brasil

A Novozymes, fabricante de enzimas e microorganismos para a indústria, produziu três livros aplicativos, com clássicos da literatura mundial, que pretendem apresentar a estudantes o potencial da biologia

Fritt-Flacc, de Jules Verne Você já ouviu falar do livro aplicativo? Aliar a literatura à tecnologia foi a maneira que a empresa multinacional dinamarquesa Novozymes - fabricante de enzimas e microorganismos para indústrias - encontrou para estimular a vontade de aprender Biologia entre estudantes de diferentes países.

No Brasil, em parceria com o Serviço Social da Indústria (SESI) , a empresa desenvolveu a primeira etapa da iniciativa no Paraná com a Storymax e um grupo de cientistas e professores experientes. Assim, foram produzidos três livros aplicativos com contos clássicos da literatura mundial que abordam temas como erradicação da fome e da pobreza e acesso à água limpa e saneamento básico. As obras trazem ainda sugestões de atividades extras que podem ser realizadas em sala de aula.

O projeto de educação visa mostrar o potencial da Biologia a um milhão de pessoas, até 2020. Os livros aplicativos fazem parte da Coleção Novozymes Nova Perspectiva que, além da promoção da leitura, mostra como é possível realizar experimentos científicos na área biológica para contribuir com o desenvolvimento da comunidade local. De acordo com o vice-presidente de Assuntos Corporativos e Sustentabilidade da Novozymes, Pedro Luiz Fernandes, a biologia faz parte do DNA da empresa e, por meio dela, é possível criar iniciativas para o desenvolvimento de países, como reduzir a emissão de gases de efeito estufa, produzir alimentos de forma sustentável e proteger as águas. 

“Tudo isso é imprescindível para garantirmos um mundo que esteja preparado para as futuras gerações”, declara Fernandes. “Para promover essa conscientização, mais pessoas devem ter acesso a informações e nada melhor do que aliar literatura a tecnologia .”

ATIVIDADES PRÁTICAS - A segunda fase do projeto envolve o lançamento da página exclusiva do projeto Educação. Trata-se de um espaço em que os internautas poderão acessar os três livros-aplicativos, fazer atividades extras e experimentos científicos e obter informações sobre os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), depoimentos e resultados do projeto em tempo real. Esses recursos permitirão que professores de todo o país desenvolvam atividades práticas, interativas e lúdicas com alunos da rede pública e privada.

Até o momento, o projeto atingiu, no Brasil, mais de 23 mil pessoas. Para este ano, a meta é alcançar outras 25 mil pessoas. Também participam da iniciativa leitores da Inglaterra, Venezuela, Vietnã, Israel, Uzbequistão e Paquistão que, com o Brasil, já somam mais de mil e seiscentas horas de leitura.

No ano passado, o livro aplicativo Frritt-Flacc, de Jules Verne, recebeu o Selo Distinção Cátedra Unesco de Leitura da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio), um dos mais significativos do Brasil. O trabalho foi considerado pela banca julgadora como uma das melhores obras infanto-juvenis publicadas em 2016. Em maio de 2017, foi a única obra brasileira a competir no prêmio da Opening Up Digital, uma iniciativa de pesquisadores da Bangor University, País de Gales e da Sheffield Hallam University, Inglaterra. Leitores do mundo todo puderam escolher a melhor obra e o Frritt-Flacc venceu na categoria Escolha Popular.


CONHEÇA OS LIVROS-APLICATIVOS

Fritt-Flacc:
o conto de suspense, de Jules Verne, trata das diferenças sociais e da mesquinhez, ponto de partida para a reflexão sobre o ODS 1(Erradicação da Pobreza). Frritt-Flacc convida os leitores a fazer uma reflexão sobre os desafios humanitários que o planeta enfrenta, além de fazer pensar em como a biologia pode solucionar os atuais problemas do mundo. 

Conheça o livro aplicativo do Fritt-Flacc
 

Ostras: conto de Tchékhov, trata de um tema delicado e urgente ainda nos dias de hoje: a fome. Com toques de ironia e repleto de cenas que levam o leitor a explorar o caráter emocional e psicológico do protagonista, Ostras sugere uma reflexão sobre o Objetivo de Desenvolvimento Sustentável (ODS) 2 – Erradicação da Fome. 

Conheça o livro aplicativo Ostras
 

O Rei do Rio de Ouro: conto universal de John Ruskin escrito como conto de fadas sobre um velho estranho que visita a casa em que vivem três irmãos durante uma tempestade. O irmão bom o acolhe, mas os dois outros, maus, o maltratam e expulsam. Eles não sabiam de quem se tratava: “o Senhor Vento Sudoeste”, que trazia as chuvas para aquele vale fértil – e o velho garantiu que uma grande seca atingisse a região. A leitura engajadora convida o leitor a refletir sobre como a nossa relação com a água impacta nossa própria sobrevivência.

Conheça o livro aplicativo da obra O Rei do Rio de Ouro

Da Agência CNI de Notícias
Com informações da Assessoria de Imprensa da Novozymes

Leia mais

Federação das Indústrias de Alagoas homenageia estudantes que participaram de torneios internacionais

SESI é Top of Mind em serviços de segurança e saúde no trabalho

SESI desenvolve nova metodologia para educação de jovens e adultos

SESI inaugura Centro Integrado de Saúde no Rio Grande do Sul

SISTEMA INDÚSTRIA NAS REDES SOCIAIS

CNI: SlideShare | YouTube | Flickr | Google Plus | Instagram | Facebook | Twitter | SoundCloud | LinkedIn
SESI: Facebook | YouTube | LinkedIn
SENAI: Facebook | Instagram | YouTube | Spotify | Twitter
IEL: Facebook | Instagram | Twitter | YouTube | Snapchat | LinkedIn

Comentários