NOTÍCIAS

8 de Março de 2017 às 14:34

A- A A+

Indústria e governo firmam parceria para incentivar aumento de empresas exportadoras

Empresas atendidas pelo Plano Nacional de Cultura Exportadora, do MDIC, poderão participar do Rota Global, coordenado pela CNI, que colocará 100 novas exportadoras no mercado

Reunião-do-PNCE-760.jpg A Confederação Nacional da Indústria (CNI) e o Ministério de Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC) firmaram nesta quarta-feira (8) uma parceria para promover maior participação de empresas brasileiras no comércio exterior. O anúncio foi feito pelo presidente da CNI, Robson Braga de Andrade, e pelo titular do MDIC, Marcos Pereira, durante a divulgação do cronograma de ações do Plano Nacional de Cultura Exportadora (PNCE) em 2017, em Brasília.

As empresas atendidas pelo PNCE poderão participar do Rota Global, novo programa coordenado pela CNI, em parceria com a União Industrial Argentina (UIA) e o Parque Tecnológico de Extremadura na Espanha (Fundecyt-Pctex).

A iniciativa ajudará 500 indústrias a começar a exportar e terá R$ 1,2 milhão em recursos da AL Invest, programa da Comissão Europeia de fomento à competitividade de micro, pequenas e médias empresas da América Latina. "Devemos trabalhar a cultura exportadora das empresas, sobretudo em micro e pequenos negócios, mais voltados para o mercado doméstico. O PNCE está no caminho certo e conta com a colaboração da CNI e de todas as federações de indústrias", afirmou Robson Braga de Andrade.

Marcos Pereira ressaltou a importância da parceria com o Sistema Indústria e afirmou que a busca da competitividade da economia brasileira tem sido uma das prioridades do governo. "Estamos buscando ampliar a participação das nossas empresas no mercado internacional por meio de ações como o PNCE e soluções internas para a melhoria da competitividade do comércio exterior”, disse o ministro. Segundo ele, incluindo o Rota Global, o programa oferecerá cerca de 200 ações de apoio a novos exportadores ao longo do ano.

ROTA GLOBAL - Por meio da Rede Brasileira de Centros Internacionais de Negócios (Rede CIN), coordenada pela CNI, o Rota Global oferecerá consultoria completa para empresas não exportadoras empreenderem no mercado internacional, com diagnóstico, desenho de estratégia de exportação e acompanhamento da execução do plano. Em julho, será aberto o prazo para indústrias interessadas se inscreverem. Negócios de todos os portes, setores e estados poderão participar.

A meta é traçar o diagnóstico de 500 empresas, desenvolver planos de negócios para 200 delas e, ao final do projeto, em 2018, ter ao menos 100 novas empresas com operação concreta de exportação. Por ser fruto de uma parceria internacional, o Rota atenderá indústrias no Brasil (75%), na Argentina (20%) e na Espanha (5%). Nacionalmente, a execução do projeto contará com o apoio dos Centros Internacionais de Negócios das federações de indústrias dos estados e do Distrito Federal.

RECURSOS EUROPEUS – O AL-Invest é um Programa da Comissão Europeia para fomentar a produtividade e a competitividade de MPMEs, na América Latina como forma de combater a pobreza e a desigualdade social. Na segunda convocatória da quinta edição, foram disponibilizados 4,9 milhões de euros para financiar projetos na região.

Por Ariadne Sakkis
Foto: Washington Costa / MDIC
Da Agência CNI de Notícias 

Leia mais

Modernização das leis do trabalho prestigia negociação e não retira direitos do trabalhador

IEL está com inscrições abertas para cursos executivos de compliance e eficiência empresarial

Faça SENAI! Cursos estão com inscrições abertas em todas as regiões do país

QUIZ: Você conhece bem o SENAI? Faça o teste e descubra!

SISTEMA INDÚSTRIA NAS REDES SOCIAIS

CNI: SlideShare | YouTube | Flickr | Google Plus | Instagram | Facebook | Twitter | SoundCloud | LinkedIn
SESI: Facebook | YouTube | LinkedIn
SENAI: Facebook | Instagram | YouTube | Spotify | Twitter
IEL: Facebook | Instagram | Twitter | YouTube | Snapchat | LinkedIn

Comentários