NOTÍCIAS

17 de Fevereiro de 2017 às 08:31

A- A A+

Núcleos estaduais são fundamentais para estimular empresas a investirem em inovação

Representantes dos núcleos de inovação de 24 estados e do DF participam de encontro, em Brasília, que definirá ações da agenda de inovação para 2017 e 2018

Paulo-Mól-1140-170217.jpg

Coordenadores dos núcleos estaduais de inovação do Sistema Indústria estão reunidos em Brasília, nesta quinta (16) e sexta-feira (17), para definir uma agenda conjunta de ações para estimular a inovação empresarial. O Sistema de Núcleos Estaduais de Inovação foi criado em 2010 e é um desdobramento da Mobilização Empresarial pela Inovação (MEI), coordenada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI).

A diretora de Inovação da CNI, Gianna Sagazio, destacou que um dos objetivos do encontro é definir um plano de ações para o período 2017-2019. Segundo ela, o encontro cria uma oportunidade para o alinhamento de informações e troca de experiências entre os representantes dos núcleos. “Este sistema é fundamental para estimular empresas a fazerem investimentos em inovação”, afirmou a diretora. “O nosso grande desafio é tornar o país inovador. Não vai ser fácil, principalmente neste momento de crise, mas não tenho dúvida de que temos bons agentes de transformação”, acrescentou. 

Paulo-Mól-760-170217.jpg Além dos coordenadores dos Núcleos Estaduais de Inovação de 25 unidades da federação, participaram da reunião representantes do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). “O Sebrae tem sido um grande parceiro nas estratégias e na disseminação da inovação para pequenas empresas e startups”, observou Gianna.

Ao abrir a reunião, o superintendente do IEL Nacional, Paulo Mól, frisou que a expansão da agenda de inovação no Brasil depende essencialmente da mobilização nos estados e da integração dos núcleos com a MEI. “O encontro tem o objetivo principal de trazer o que há de melhor em termos de inovação em cada estado para que as melhores ações possam ser replicadas”, disse.

De acordo com os números mais recentes do Índice de Inovação Global (IIG), o Brasil ocupa a 69ª colocação do ranking de países inovadores, aparecendo atrás dos demais integrantes dos Brics (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul).

Por Diego Abreu
Fotos: Miguel Ângelo
Da Agência CNI de Notícias

Leia mais

Confira as mais lidas entre 13 e 19 de fevereiro na Agência CNI de Notícias

Confira calendário de imersões da MEI que impulsionarão a inovação na sua empresa em 2017

VÍDEO: IEL já capacitou mais de 245 mil gestores e executivos no Brasil

BNDES, Sebrae e Secretaria da Micro e Pequena Empresa apresentam plano de ação para pequenos negócios

SISTEMA INDÚSTRIA NAS REDES SOCIAIS

CNI: SlideShare | YouTube | Flickr | Google Plus | Instagram | Facebook | Twitter | SoundCloud | LinkedIn
SESI: Facebook | YouTube | LinkedIn
SENAI: Facebook | Instagram | YouTube | Spotify | Twitter
IEL: Facebook | Instagram | Twitter | YouTube | Snapchat | LinkedIn

Comentários