NOTÍCIAS

31 de Janeiro de 2017 às 10:01

A- A A+

Pesquisa com expectativas da construção civil foi um dos destaques na imprensa entre os dias 23 e 29 de janeiro

O Índice Nacional de Expectativa do Consumidor e uma pesquisa sobre saneamento básico também foram notícia nessa semana. Acompanhe aqui algumas publicações sobre o Sistema Indústria

Apesar da desconfiança com a economia, o setor está menos pessimista para 2017
CONSTRUÇÃO CIVIL MAIS CONFIANTE
Divulgada na quarta-feira (24) a Sondagem Indústria da Construção de dezembro apresenta mais ânimo do setor. Matéria do portal de notícias Terra informa que “embora ainda desconfiados nas expectativas para a economia (...), o índice de expectativas sobre o nível de atividade subiu de 37,7 pontos em janeiro de 2016 para 47,4 pontos neste mês”. Leia a reportagem no portal de notícias Terra .

EXPECTATIVAS DO SETOR INDUSTRIAL

No último dia 29, O Estado de S.Paulo publicou que “apesar de a recente Sondagem Industrial da CNI ter apresentado queda em dezembro de 2016 pelo quarto mês consecutivo, ficando o índice em 40,7 pontos, bem abaixo do de novembro (47 pontos), a expectativa dos empresários é de melhora ao longo de 2017. Pela metodologia da pesquisa, um índice abaixo de 50 pontos indica retração. No último mês de 2015, o resultado não passou de 35,5 pontos. Além disso, a utilização da capacidade instalada aumentou um ponto porcentual em relação ao ano anterior, fechando 2016 em 63%, a primeira elevação anual desde março de 2014”. O editorial está disponível apenas para assinantes de O Estado de S. Paulo .

COMÉRCIO EXTERIOR
A saída dos Estados Unidos da Parceria Transpacífico (TPP) pode abrir oportunidades para o Brasil e acelerar negociações em andamento com países como México, Canadá e Japão, avaliam analistas. Para o ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Pereira, a decisão dos EUA pode reforçar o interesse dos países que fazem parte da TPP no Brasil. "A retirada dos EUA é um movimento simbólico", afirmou Diego Bonomo, gerente executivo de comércio exterior da CNI ao Valor Econômico do dia 24. Ele destacou ainda que o governo Trump ainda deverá sofrer pressões de empresas interessadas na TPP. A reportagem completa está disponível para assinates do Valor Econômico .

CONSUMIDOR MAIS OTIMISTA

O Índice Nacional de Expectativa do Consumidor (INEC) divulgado pela CNI mostrou que o consumidor brasileiro iniciou o ano mais otimista que no final de 2016. Segundo a Agência Brasil o INEC “aumentou 3,5% em janeiro de 2017 na comparação com dezembro do ano passado, passando de 100,3 pontos para 103,8 pontos. Quanto maior o índice, maior o percentual de respostas positivas, ou seja, maior o percentual de pessoas que apostam em queda da inflação ou desemprego, aumento da renda pessoal e aumento das compras de bens de maior valor, com melhor situação financeira ou menos endividado”. Veja a reportagem completa na Agência Brasil .

SANEAMENTO BÁSICO
Divulgado em janeiro de 2016, o estudo “Burocracia e Entraves no Setor de Saneamento”, da Confederação Nacional da Indústria (CNI) , foi destaque em editoriais dos jornais: O Estado de S.Paulo, Correio Braziliense e Folha de S.Paulo na última semana. Os três periódicos abordaram os dez anos da promulgação da Lei do Saneamento Básico (nº 11.445/07). À época da sanção da lei, a meta definida pelo governo federal foi garantir que até 2033 todos os cidadãos brasileiros tivessem o direito de viver num local com acesso à água encanada e coleta de esgoto.

Nos editoriais, os dados apresentados pela CNI de que “nos ritmos atuais, o abastecimento universal de água só virá em 2043. No caso da coleta e tratamento de esgotos, em 2054”, como destacou a Folha de S.Paulo, o que “certamente contribuirá para o aumento expressivo dos gastos na área da saúde e do controle ambiental”, complementou o Correio Braziliense. Veja o editorial completo de O Estado de S. Paulo .

Por Andrea Matias
Foto: José Paulo Lacerda / CNI
Da Agência CNI de Notícias

SISTEMA INDÚSTRIA NAS REDES SOCIAIS

CNI: SlideShare | YouTube | Flickr | Google Plus | Instagram | Facebook | Twitter | SoundCloud | LinkedIn
SESI: Facebook | YouTube | LinkedIn
SENAI: Facebook | Instagram | YouTube | Spotify | Twitter
IEL: Facebook | Instagram | Twitter | YouTube | Snapchat | LinkedIn

Comentários